Logo
FacebookTwitterYou Tube
Segunda, 04 Abril 2016 18:00

Dúvidas comuns sobre a sauna

Os associados da NOVA AIPERJ que frequentam a sauna já sabem que esta é uma experiência agradável e relaxante. No entanto, muitos mitos e controvérsias rondam essa prática, por isso é importante que os saunistas estejam bem informados, uma vez que não se trata de um banho comum, mas de um banho de temperatura elevada que não deve ser usado de forma inconsequente. Apesar de jovens e adultos de boa-saúde poderem utilizá-las sem contraindicações, muitas dúvidas ainda surgem. Por isso, listamos algumas das mais comuns para os associados curtirem as saunas da NOVA AIPERJ sem preocupações.

Qual a diferença entre a sauna a vapor e a seca?

As saunas secas são mais comuns em países muito frios e são feitas em madeira, mantendo uma temperatura entre 60oC e 80oC. Como a sua maior característica é a ausência de vapor, elas deixam o ambiente mais ressecado e podem levar à desidratação. As saunas da NOVA AIPERJ são do tipo a vapor e feitas em azulejo, podendo atingir temperaturas de até 50oC. É considerada a mais saudável, pois a perda de água pelo corpo é menor.   

Por quanto tempo devo usar a sauna e com qual frequência?

Apesar ser agradável permanecer na sauna, é importante lembrar que as altas temperaturas podem fazer mal. Isto porque existe a possibilidade de superaquecimento do corpo, e deve-se prestar muita atenção em quanto tempo se gasta por lá. O período de permanência indicado é de 15 a 20 minutos, mas há quem suporte mais e também quem não aguente nem cinco minutos. A capacidade de cada um é definida pela sua tolerância corpórea, porém, deve-se ter em mente que o corpo humano não foi feito para suportar temperaturas tão altas por períodos longos. Aqueles que abusam do banho a vapor podem experimentar efeitos por vezes graves, como queda da pressão arterial, aumento da frequência cardíaca, sensação de constrição torácica, zumbido, escótoma cintilante e vertigens.

Quanto à frequência, uma vez que os benefícios de uma sessão perduram por até 3 dias, duas vezes por semana já está de bom tamanho. 

Pode ir para a piscina logo depois de usar a sauna?

Embora algumas pessoas gostem de pular direto em uma piscina ou de tomar um banho gelado logo após uma sessão na sauna, essa atitude não é uma boa ideia, pois, apesar de ser revigorante, pode fazer o organismo ter um choque térmico, especialmente em quem tem problemas cardíacos. O ideal seria tomar uma ducha morna e ir baixando a temperatura gradualmente. Se precisar usar sabonete, escolha um que seja suave e natural, pois como o banho de vapor faz os poros abrirem, produtos fortes podem irritar a pele.

Vale a pena usar a sauna depois de praticar exercícios?

Sim! A sauna pode ser uma grande aliada na prática de exercícios físicos, já que o ácido láctico, que se concentra no músculo e provoca a dor da fadiga pós-exercício, se dispersa com no calor do banho, relaxando o corpo. A prática também pode auxiliar no processo de perda de peso, pois, com a sudorese provocada, temos o aumento do metabolismo e um maior gasto energético.

Gestantes podem usar sauna?

Por precaução, é recomendado que gestantes em qualquer período de gestação não usem saunas, pois o aumento excessivo da temperatura corporal da mãe pode prejudicar o desenvolvimento do feto, principalmente durante o primeiro trimestre de gestação. Além disso, mulheres grávidas têm uma tendência maior à hipotensão (pressão baixa) e, consequentemente, ficam mais suscetíveis a desmaios e sensação de mal-estar em ambientes de muito calor.

A sauna pode aliviar os sintomas de um resfriado?

Apesar de ainda não ter sido cientificamente comprovado, existem evidências de que saunas podem acelerar a recuperação de resfriados, assim como reduzir a sua ocorrência. Da mesma forma como bebidas quentes ajudam a amolecer secreções no peito e nas narinas, fazendo com que estas sejam expelidas mais facilmente, pesquisadores suspeitam que o calor de uma sauna pode reduzir os sintomas do resfriado e da gripe, e ajudar a enfraquecer o vírus.

Quais problemas de saúde impedem alguém de utilizar a sauna normalmente?

Saunas não são recomendadas para pessoas com problemas renais, circulatórios, diabéticos e cardíacos. Portanto, é muito importante consultar um médico antes de iniciar essa prática.

Pessoas com insuficiência renal podem ter o seu quadro clínico agravado em situações de calor intenso por conta da perda de água no corpo. Já o caso do diabetes, por ser uma disfunção metabólica, pode alterar a circulação e comprometer os vasos sanguíneos, dificultando o processo de cicatrização e podendo causar problemas em diversas outras funções como renais e o comprometimento da visão. Hipertensos também devem evitar saunas, pois ela pode gerar uma crise de pressão alta devido a uma contração dos vasos pela mudança de temperatura.